NUEVO Debate – A Mulher Negra na Sociedade, com a professora Dra. Josiane Silva de Oliveira

Imagem retirada do site Tamojuntas.org (23 jul. 2020)

Resumo e Transcrição por

Karina Rossetto Obrzut

De acordo com a professora Dra. Josiane Silva de Oliveira, o conceito de interseccionalidade é fundamental para a discussão da mulher negra na sociedade. Essa teoria, diz ela, surgiu nos Estados Unidos e se estabeleceu mais fortemente, dentro do movimento feminista negro, na década de 50, pois as pesquisadoras começaram a observar que discutir raça e gênero separadamente não correspondia com a demanda dos grupos sociais, especialmente em relação à mulher negra.

Nesse sentido, prossegue a professora, a teoria interseccional irá trabalhar como diferentes categorias sociais se articulam na sociedade e como isso acarreta manifestações distintas de violência, não pensando somente em violência de gênero ou violência racial, mas, sim, em como elas operam juntas e produzem efeitos na sociedade. Assim sendo, explica que esse conceito contribui muito para o movimento feminista ao possibilitar pensar na diversidade de mulheres e suas demandas próprias, gerando e agregando novas falas e discussões.

Além disso, Oliveira também comenta sobre como é ser uma pesquisadora negra no Brasil, afirmando tratar-se de um caminho recheado por densos percalços. A entrevistada aponta que a universidade, justamente por fazer parte da sociedade, também acaba reproduzindo certos aspectos sociais, dentre eles, os mecanismo de violência e opressão. Dessa forma, destaca que construir um espaço para debater sobre as demandas desse grupo é uma luta constante, pois elas não são reconhecidas como válidas.

Por fim, a professora se dirige às jovens estudantes negras, pontuando que elas devem, primeiramente, se reconhecerem enquanto mulheres negras e observarem que é um mito a ideia de que são tímidas, pois o que ocorre é um silenciamento de suas vozes. Ela adiciona, ainda, que a universidade é um espaço de resistência e, em tese, não foi construído para a comunidade negra, portanto, ele implica em muita luta, muita frustração e, também, muitas vitórias.

Confira a entrevista completa:

O Nuevo Debate é uma parceria entre a UFPR TV e tem como objetivo a divulgação de entrevistas de acadêmicos e pesquisadores, com a finalidade de popularizar o conhecimento científico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s