NUEVO Debate – Intolerância Geracional, com o professor e psicanalista Dr. William Mac-Cormick Maron

Fonte: Photo by Anne Nygård on Unsplash

Resumo e transcrição por

Karina Obrzut Rossetto

Segundo o professor e psicanalista Dr. William Maron, a violência geracional pode ser definida como o conflito histórico entre gerações, visualizado desde os gregos, por meio de reclames dos mais velhos aos mais novos. A grande questão, diz ele, não é o conflito em si, uma característica inevitável da vida social, mas, sim, quais caminhos os sujeitos estão seguindo para resolver essas situações.

Maron explica que a tensão entre aspectos culturais, econômicos, ideológicos etc., dos indivíduos é inevitável no sentido de que cada geração constrói um tipo de identidade, e logo pressupõem que suas verdades são superiores perante qualquer outras. Desse modo, prossegue, quando ocorre o confronto com indivíduos de gerações diferentes, com verdades distintas, observa-se que uma das principais vias para lidar com os impasses é a violência.

O professor comenta, também, sobre a sensação de que envelhecer torna mais complicado negociar como mundo. Conforme diz, essa percepção não é absoluta e sua concretização depende de como cada um se adaptará às mudanças, como a tecnologia e demandas sociais que, até certa época, não existiam. O entrevistado expõe duas alternativas: se flexibilizar ou se fechar, argumentando que muitos acabam escolhendo a segunda opção como uma forma de defesa dos novos paradigmas.

Ademais, em relação à baixa tolerância dos idosos por parte da sociedade, o psicanalista argumenta que isso se deve a uma característica ocidental, calcada pelo mercado. Ele, ao valorizar muito mais o consumo dos jovens, uma vez que a maior parte das publicidades são voltadas para essa faixa etária, condena o envelhecimento e propõe que as novas experiências sejam mais significativas do que as já vividas e tanto podem ensinar. Contudo, Maron finaliza ressaltando que estamos em momento importante, no qual muitas formas de violência, antes aceitas em silêncio pelas vítimas, são evidenciadas e discutidas.

Confira a entrevista completa:

O Nuevo Debate é uma parceria entre a UFPR TV e tem como objetivo a divulgação de entrevistas de acadêmicos e pesquisadores, com a finalidade de popularizar o conhecimento científico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s